Você está aqui // Destaque // Professorada aprova calendário de lutas e caravana à Brasília

Professorada aprova calendário de lutas e caravana à Brasília

Assembleia lotou o pátio da Câmara de Vereadores e aprovou um calendário de lutas para derrotar as reformas de Temer (PMDB) e exigir de Geraldo Julio (PSB) o pagamento imediato do piso salarial. A categoria compareceu e demonstrou muita indignação com as regalias políticas apresentadas na Câmara de Vereadores, tais como o aumento absurdo no ticket alimentação dos vereadores e com o contraste do não pagamento do piso salarial para os professores. Um forte calendário de lutas foi aprovado, junto com duas campanhas políticas importantes: “nenhum direito a menos, nenhum privilégio a mais!”, unificando servidores e o conjunto dos trabalhadores contra a recente proposta absurda de reajuste no ticket alimentação de vereadores do Recife para 4.595, sendo que hoje eles já recebem R$ 3.000, 10 vezes o valor do ticket alimentação dos servidores municipais. A professora quer que os vereadores recebam o mesmo valor que eles recebem.

A campanha pelo pagamento do piso segue com força, denunciando o calote que Geraldo Julio está dando nos professores!

A assembleia avaliou a força que teve a greve geral do último dia 28 de abril, com paralisações, ocupações e o ato que levou milhares às ruas do Recife. As centrais sindicais estão convocando para o próximo dia 24 de maio um ato em Brasília e a defesa da CSP Conlutas é por uma nova greve geral de 48h para pressionar ainda mais Temer (PMDB) e o congresso corrupto que anseia por aprovar medidas que destroem os direitos da nossa classe. As interessadas e interessados em participar da caravana à Brasília aprovada em assembleia deverão ir ao sindicato até o próximo dia 15 de maio, apresentando documentação e preencher o termo de responsabilidade e participar da reunião de preparação para viagem no dia 20 de maio no auditório do sindicato. Assim como no dia 28, o SIMPERE marcará presença em Brasília, construindo em unidade a resistência às reformas de Temer.

A assembleia esteve a serviço do fortalecimento da luta pelo pagamento do piso e na discussão sobre campanha salarial, foi aprovada um calendário de lutas para pressionar a PCR, que vem enrolando com prazos distantes as respostas às nossas pautas. Um ato unificado com os servidores acontecerá no dia dois de junho e teremos paralisação das duas últimas aulas, nos dias 25 e 26 de maio, além de seguir denunciando o não pagamento do piso.

A categoria ocupou o pátio da Câmara para em assembleia debater o calendário de lutas e também foi de gabinete em gabinete dos vereadores entregando ofícios e exigindo uma audiência pública cujo tema seja o pagamento do piso salarial aos professores e porque segue o calote de Geraldo Julio na categoria.

 

CALENDÁRIO DE LUTA

15 de maio – Prazo final para as inscrições da Caravana;

20 de maio – Reunião de preparação para Caravana à Brasília;

24 de maio – Caravana à Brasília;

25 e 26 de maio – Paralisação das duas últimas aulas;

02 de junho – Vigília unificada com os Servidores Públicos.

 

 

 

Fotos: Sérgio Gaspar

Marcadores:

Deixe o seu comentário

Copyright © 2018 SIMPERE.org. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ítalo Barboza em parceria com a Piquete. Gerenciado pelo Wordpress.