Você está aqui // Destaque // A CATEGORIA FOI GIGANTE E A PREFEITURA TEVE QUE GARANTIR MESA DE NEGOCIAÇÃO SEM ENROLAÇÃO

A CATEGORIA FOI GIGANTE E A PREFEITURA TEVE QUE GARANTIR MESA DE NEGOCIAÇÃO SEM ENROLAÇÃO

 

Após mais de 24h de ocupação da Prefeitura e dois atos gigantes demonstrando a força e disposição que tem a categoria, Geraldo Julio percebeu que não conseguiria apresentar a absurda proposta de reajuste zero. Mesmo depois de dizer que não receberia a categoria enquanto o 9º andar seguisse ocupado, a PCR foi pressionada pelas centenas de professoras e professores que lotaram o pátio e as ruas da Prefeitura, assim como os ocupantes.
Três mesas de negociação foram agendadas para os dias 27, 28 e 31 com a obrigação de apresentar números diferentes dos que já foram apresentados em um documento assinado pelos secretários de Governo Marconi Muzzio e Sileno Guedes.
Nossa categoria deu uma aula de resistência e luta nas últimas 24 horas, demonstrando que tem muita disposição de se insurgir contra esta gestão que humilha e desvaloriza a educação pública. A nova negociação arrancada por cada professor e professora em luta é importante, mas seguiremos muito em alerta para resistir a cada ataque desta Prefeitura. Queremos o cumprimento do piso salarial e a valorização profissional, não nos calaremos!
As professoras e professores estão de parabéns, pois com sua luta e combatividade conseguiram dar exemplo para o conjunto dos movimentos sociais e dobrar uma Prefeitura extremamente truculenta. A repercussão que ganhou a luta travada pela categoria é mérito de todos/as nós que fizemos jus ao tamanho do ataque que a PCR queria nos dar. A ocupação e a resistência da categoria recebeu uma intensa solidariedade dos movimentos sociais e ativismo, demonstrando o quanto estamos em unidade na luta pela educação pública e pela valorização profissional. Uma categoria majoritariamente feminina, que sofre com as expressões da precarização do ensino e também do machismo cotidiano, e as barricadas formadas nesta grande luta travada só demonstra a força das mulheres quando juntas e em luta.
A aula que demos nas ruas e na ocupação servirá, com certeza, como motivação para as nossas futuras lutas e para o conjunto do ativismo da cidade. Estamos de cabeça erguida e entendemos o peso e a importância que temos. Seguiremos atentos e fortes!

Deixe o seu comentário

Copyright © 2017 SIMPERE.org. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ítalo Barboza em parceria com a Piquete. Gerenciado pelo Wordpress.