Você está aqui // Destaque, Estudantil, LGBT, Movimentos, Mulheres, Negros e Negras, Opressões, Popular // Simpere marca presença no Dia do Basta!

Simpere marca presença no Dia do Basta!

O Dia Nacional de Mobilização e paralisações, o “Dia do Basta”, aconteceu na última sexta-feira, dia 10 de agosto.Trabalhadores de Pernambuco e do país inteiro se reuniram num grito de indignação contra as medidas elitistas do governo neoliberal de Michel Temer.

Basta do desemprego que já atinge 14 milhões de brasileiros; basta de ameaça de privatização de setores essenciais da economia como a Embraer e a Petrobras; basta de medidas de precarização dos serviços públicos como a PEC do Teto dos Gastos e a reforma trabalhista; basta de juízes receberem em um mês o mesmo dinheiro que um trabalhador comum levaria 20; basta de privilégios aos políticos; basta de feminicídio e de extermínio da população negra. BASTA!

Parece pouco? Nem se mencionaram os preços abusivos do gás de cozinha e combustíveis, o desmonte dos bancos públicos, a destruição dos direitos sociais e a corrupção.

Convocado pela CSP-Conlutas, CUT, CTB e demais centrais sindicais, o movimento contou com apoio dos bancários de Pernambuco, dos eletricitários de Minas Gerais, de petroleiros e servidores públicos do país inteiro. Em Recife estiveram presentes em peso os professores da rede pública e representantes do movimento estudantil. O ato contou com cerca de 500 pessoas e começou às 15h na Praça do Derby. De lá, por volta das 17h30, os manifestantes iniciaram uma caminhada pela avenida Conde da Boa Vista. A passeata terminou em frente ao Shopping Boa Vista, às 19h.

Cláudia Ribeiro, diretora do Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede oficial do Recife (Simpere) avalia que o dia foi uma grande vitória, pois “a ideia inicial era escrever uma carta com exigências para os candidatos à presidência, e isso se transformou num grande dia de luta nacional”.

Infelizmente, em meio a tantas pautas de importância inquestionável para a classe trabalhadora, alguns setores do movimento sindical sequestraram a mobilização para a campanha “Lula livre”, “e nós do Simpere consideramos isso um erro muito grave, a função da classe trabalhadora não é libertar o Lula, até porque o governo Temer representa a continuidade dos governos anteriores”, afirmou Cláudia.

“Entendemos que a população está focada nas eleições mas é necessário construir outras datas de mobilização e manter em pauta a defesa dos direitos do trabalhador, tanto antes quanto depois da eleição”, concluiu a diretora.

O Simpere continua firme na luta contra os ataques de qualquer governo, exigindo a revogação da reforma trabalhista, em defesa da previdência e dos direitos da classe trabalhadora. Não vamos pagar pela crise, vamos, juntos, rumo à Greve Geral em nosso país! Fora Temer e todos os corruptos!

Deixe o seu comentário

Copyright © 2018 SIMPERE.org. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ítalo Barboza em parceria com a Piquete. Gerenciado pelo Wordpress.